Pesquisa personalizada

domingo, 23 de janeiro de 2011

Planejamento em Matemática: Eixo Norteadores

Observe as sugestões quando aos eixos norteadores de matemática segundo o Referencial Curricular do Ensino Fundamental do Estado Tocantins. 

Números e Operações

            A matemática deve ser apresentada ao aluno como uma área do conhecimento humano, que historicamente vem se estruturando em função das transformações sociais. Além disso, conhecer a história que levou ao surgimento dos diversos tipos de números (naturais, negativos, racionais e irracionais) ajuda o aluno a apropriar-se dos seus conceitos e das propriedades numéricas, reconhecendo o grande valor destes para o convívio em sociedade.
As operações matemáticas constituem, uma ferramenta, quando se utiliza delas para modelizar situações do cotidiano, e objeto de estudo, quando fica centrada no estudo de seus conceitos, termos e propriedades. A abordagem destes dois aspectos (com predominância do primeiro) é necessária para que o aluno não somente tenha domínio dos algoritmos (saber fazer), como também saiba utilizar-se destes para representar e solucionar situações problemas contextualizadas (saber ser).
Os conceitos algébricos que também incorporam a este bloco de conteúdos, são os principais responsáveis por uma importante competência para este nível de ensino: a abstração, que se inicia nos primeiros anos do ensino fundamental com o significado de variável e intensifica-se com o estudo das equações e inequações até a compreensão inicial do conceito de função. O estudo da álgebra é fundamental para que o aluno possa generalizar padrões aritméticos e estabelecer relações entre diversas grandezas.

Espaço e Forma

O estudo dos conceitos geométricos revela o lado sedutor da matemática, as possíveis conexões de seus conteúdos com diversos fatores presentes no meio social (formas, áreas, volumes, planos, etc.) permite uma abordagem rica em imagens, desenhos e manipulações de objetos, talvez por isso, seja a parte da matemática em que os alunos demonstram mais interesse. Os conteúdos selecionados neste bloco devem permitir que o aluno seja capaz de compreender, descrever e transcrever o mundo em que vive em linguagem simbólico matemática; reconhecer as regularidades e irregularidades das propriedades dos objetos geométricos e seus elementos (lados, ângulos, diagonais, vértices...), utilizando-os na solução de problemas do seu dia-a-dia; compreender conceitos como congruência e semelhança, e estabelecer parâmetros para situar objetos no espaço, envolvendo distâncias (intervalos de espaço) e tempo (intervalos de tempo).
É importante que o aluno perceba a relação destes conteúdos com algumas áreas de conhecimentos aplicados (engenharia, construção civil, pintura, escultura etc) isto ajuda a reforçar a aplicabilidade dos conhecimentos desenvolvidos, revelando a matemática como uma ciência atual de inestimada importância para a sociedade.


Grandezas e Medidas

Desde muito cedo, a criança é condicionada a conviver com horários, distâncias e a julgar sobre massa, volume e temperatura dos objetos. O conhecimento sobre estas e outras grandezas são importantes para que o aluno possa participar ativamente do processo social no qual está inserido, para tanto, é preciso que a escola favoreça que o aluno evolua de modo a ir além do conhecimento empírico desenvolvido no seu meio familiar/social.
Por seu caráter prático e utilitário, este bloco permite fácil contextualização dos seus conteúdos e múltiplas conexões com outras áreas do conhecimento (matemático ou não), em especial, relacionando-se com o Espaço e Forma no estudo de grandezas como velocidade, superfície, capacidade entre outras e dando significado aos Números e Operações.

Tratamento da Informação

Uma sociedade complexa, no qual um volume muito grande de informações é processado a cada dia, necessita de cidadãos cada vez mais preparados para lidar com tais conhecimentos de forma a não perder sua identidade e apropriar-se das informações importantes para manter-se no convívio social e no exercício de sua cidadania. Neste processo, a matemática entra como fundamental ferramenta, pois através dos conteúdos organizados neste bloco, o aluno constrói procedimentos estatísticos de coleta, organização e comunicação de dados utilizando tabelas, gráficos e outras formas de representações de uso frequente; como também, pode utilizar-se de experimentos probabilísticos para confrontar resultados obtidos com hipóteses baseadas nas noções de acaso e/ou incerteza.
Além da estatística e da probabilidade é importante que o aluno utilize fundamentos do cálculo combinatório na solução de situações-problemas que envolvam combinações, arranjos, permutações e, em especial, o princípio multiplicativo da contagem.
Postar um comentário

Google+ Followers